14 de novembro de 2013

Frases do livro Cidades de Papel

Semana passada terminei de ler Cidades de Papel, do escritor John Green.
Certo que A Culpa é das Estrelas, é o melhor livro dele, mas esse livro também mexeu comigo.
Fez eu me ver eu mesma refletida na personagem principal, Margo. 
Fez eu entender suas atitudes. Fez eu encontrar eu mesma em suas palavras.

Em resumo, o livro gira em torno da paixão de Quentin por Margo, que decide procurá-la quando ela desaparece. Um livro profundo. De encontro com você mesmo. 
Um livro cheio de aventuras, escolhas. Um livro sobre amizade, sobre entender o outro. 

E como todo mundo sabe, eu sempre destaco, em meus livros, as frases que mais gosto.
Então, lá vamos nós.

ps. spoiler alert.

"Se eu surtasse toda vez que uma coisa ruim acontecesse no mundo, ia acabar completamente pirado."

"Sou uma grande adepta do uso aleatório de maiúsculas. As regras de letra maiúscula são muito injustas com as palavras que ficam no meio."

"Uma cidade de papel para uma menina de papel. (…) Eu olhava para baixo e pensava que eu era feita de papel. Eu é que era uma pessoa frágil e dobrável, e não os outros. E o lance é o seguinte: as pessoas adoram a ideia de uma menina de papel. Sempre adoraram. E o pior é que eu também adorava. Eu tinha cultivado aquilo, entende? Porque é o máximo ser uma ideia que agrada a todos. Mas eu nunca poderia ser aquela ideia para mim, não totalmente.guarda roupa planejado."

"É muito difícil ir embora - até você ir embora de fato. E então ir embora se torna simplesmente a coisa mais fácil do mundo.guarda roupa planejado."

"Ir embora é uma sensação boa e pura apenas quando você abandona uma coisa importante, algo que tem significado. Arrancando a vida pela raiz. Mas só se pode fazer isso quando sua vida já criou raízes.guarda roupa planejado."

"Universidade: entrar ou não. Confusão: entrar ou não. Colégio: tirar dez ou dois. Carreira: ter ou não. Casa: pequena ou grande, própria ou alugada. Dinheiro : ter ou não. É tudo muito chato.guarda roupa planejado."

"Luz, o lembrete vísivel da Luz Invisivel. T.S. Eliot."

"Isso sempre me pareceu tão ridículo, que as pessoas pudessem querer ficar com alguém só por causa da beleza. É como escolher o cereal de manhã pela cor, e não pelo sabor." 

"Acho que o tédio nunca me entediou."

"Em algum lugar eu paro e espero você."

"Começou um curto diálogo de mim, comigo mesmo."

"Você espera que as pessoas não sejam elas mesmas."

"O para sempre é composto de agoras."

"Nada acontece como a gente acha que vai acontecer."

"Quanto mais eu trabalho, mais percebo que os seres humanos carecem de bons espelhos. É muito difícil para qualquer um mostrar a nós como somos de fato, e é muito difícil para nós mostrarmos aos outros o que sentimos."

"Mas as coisas vão acontecendo... as pessoas se vão, ou deixam de nos amar, ou não nos entendem, ou nós não as entendemos... e nós perdemos, erramos, magoamos uns aos outros. E o navio começa a rachar em determinados lugares. E então, quando o navio racha, o final é inevitável. (...) Mas ainda há um momento entre o momento em que as rachaduras começam a se abrir e o momento em que nós rompemos por completo. E é nesse intervalo que conseguimos enxergar uns aos outros. "



8 comentários :

  1. af, eu amei esse livro, entrei em discussões (na paz, claro) pra defender ele kkk li 3 livros do john green, pra mim esse é o melhor. Me identifico com a Margo em alguns aspectos, em outros discordo totalmente, mas isso é o que voce disse, entender o outros. "que coisa horrível é achar que uma pessoa é mais que uma pessoa"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amoooo esse livro tbm, da de 10 no A culpa é das estrelas. Eu me pareço muito com a Margo

      Excluir
  2. Eu li esse livro, fiz até uma "resenha". Esse livro mexeu comigo, fiquei meio doidinha até kkkkk porém a mente do John é algo magnifico, ele usa palavras que nos fazem refletir por horas. Esse livro me fez pensar muito, recomendo.

    ResponderExcluir
  3. Esse livro é meu preferido do Green. Desculpa mas oq é "Guarda roupa planejado ?"

    ResponderExcluir
  4. É tipo qnd vc planeja todos os lugares de tudo no seu guarda roupa, e nada fica fora do lugar, mas neste contexto é que tudo na tua vida será planejado e nada poderá ser diferente de como vc imaginou...

    ResponderExcluir
  5. Esseeeeee é o melhor livro do John *----------*
    Pra mim o melhor personagem é o Ben <3
    E se virasse filme Josh Hutcherson seria perfeito para esse papel, dois divos.

    ResponderExcluir
  6. Acabei de ler. Esse foi o livro do john em que eu li mais rápido. Amei o livro, eu me vi diversas vezes tanto em Quentin como em Margo. Adoro a filosofia de john Green. Eu já li todos dele , mas o meu preferido é "Quem é você, Alasca?".

    ResponderExcluir
  7. Uma versão sofisticada de Quem é vc, Alasca, apesar de que a Margo não chega nem perto da Alasca, minha diva. Personagens secundários maravilhosos (Radar e Lacey são uns fofos) daria um bom filme! Mas meus queridinhos continuam sendo Gus e Hazel de A Culpa é das Estrelas.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais ideias no forno:

 
;