Frases do livro "Por lugares incríveis"

quarta-feira, setembro 09, 2015

Em julho eu li o livro Por lugares incríveis, da escritora Jennifer Niven.
Um livro muito profundo que trata de questões como depressão, bipolaridade, bullying, preconceito, rótulos que a sociedade nos dá, morte de entes queridos. 
Um livro tocante e muito lindo que conta a história de Finch e Violet que se conhecem de um jeito diferente e desenvolvem uma amizade, onde um ajuda o outro a sobreviver à seus problemas e dores e juntos vão explorar alguns lugares no estado em que moram.
Tem uns desenhos fofos no livro e as construções dos diálogos são incríveis. Já me apaixonei por essa escritora!

Recomendo a leitura!

Como sempre faço com os livros que são meus, sublinho as frases que mais me marcam e selecionei algumas para postar aqui.

"Escrever fazia parte de mim"

"Não sou perfeita. Tenho segredos. Sou uma bagunça. Não só o meu quarto, mas eu mesma. Ninguém gosta de bagunça."

"Amo o meu quarto. O mundo é melhor aqui do que lá fora., porque aqui sou o que eu quiser. Sou uma autora brilhante. Posso escrever cinquenta páginas por dia e nunca fico sem palavras." 

"Sinto como se eu tivesse acabado de atravessar o fundo do guarda-roupa e entrado em Nárnia."

"Aprendi que existem coisas boas no mundo se você procurar por elas. Aprendi que nem todo mundo é uma decepção, incluindo eu mesmo."

"Ela soa tão cansada da vida que sou eu quem quase chora, mas estou bem demais para isso." 

"Agora tudo o que vejo é uma garota morrendo de medo de viver. [...] Você precisa retomar as rédeas. Ou vai ficar em cima do parapeito que construiu para si mesma para sempre."

"Significa a urgência de ser."

"Conheço a vida bem o suficiente para saber que não podemos acreditar que as coisas vão ser sempre iguais, não importa o quanto a gente queira. Não podemos impedir que as pessoas morram. Não podemos impedi-las de ir embora. Não podemos impedir nós mesmos de ir embora."

"Ao que parece, crescer trinta e cinco centímetros é fácil, o difícil é conseguir crescer para além do rótulo. E é por isso que é mais vantajoso fingir ser como todo mundo, mesmo sabendo desde sempre que somos diferentes." 

“Aprendi por experiência própria que a melhor coisa a fazer é não falar o que realmente pensamos. Se não falamos nada, as pessoas concluem que não estamos pensando em nada além do que deixamos que elas vejam.”

-"Gosto de escrever. Gosto de um monte de coisas. Talvez, de todas elas, eu seja melhor na escrita. Talvez seja o que eu mais gosto de fazer. Talvez seja onde sempre me senti mais em casa..."

“Uma corrente de pensamentos passa pela minha cabeça como uma canção grudenta, de novo e de novo sempre na mesma ordem: Sou defeituoso. Sou uma fraude. Sou impossível de amar.”

"Chorei um pouco, mas na maior parte do tempo estou vazia, como se o que me fizesse sentir e sofrer e rir e amar tivesse sido removido cirurgicamente, me deixando oca como uma concha."



Leia também:

4 Comentários

  1. Um dos melhores livros que li este ano.

    ResponderExcluir
  2. Meu amado barco
    espatifou-se nas pedras da rotina.
    Aceitei as contas com a vida
    e é inútil continuar contado
    dores sofridas em mãos alheias.
    As desgraças
    e os insultos.
    Sorte aos que ficam.

    ResponderExcluir

Arquivos

Siga!

Subscribe